Tarde de Fados

No dia 28 de junho os idosos das respostas sociais de Centro de Dia, Estrutura Residencial para Idosos e Casa de S. Thomé, foram presenteados com uma tarde de fados.
Contamos com a presença de dois fadistas, a nossa Animadora do Centro de Dia e o voluntário do ateliê de música o Sr. Carlos Baldaia. Deste modo, os idosos puderam ouvir/cantar fados, relembrando artistas e músicas antigas e encantadoras, durante uma tarde repleta de emoções.
O nosso agradecimento especial ao Sr. Carlos Baldaia pela sua disponibilidade, empenho e colaboração.

Sessão de Relaxamento

No passado dia 04 de Junho, os idosos das respostas sociais Centro de Dia e ERPI tiveram a oportunidade de experienciar uma sessão de relaxamento proporcionada pela Gerontóloga da ERPI e a Terapeuta Ocupacional do Centro de Dia, que visou potenciar o bem-estar, a tranquilidade e sentimentos positivos. O relaxamento consistiu em 3 principais passos: controlo da respiração, com vista a induzir sensações de calmaria e ao mesmo tempo diminuir o agitação psicomotora e emocional, massagem na cervical e mãos com vibração, com o propósito de diminuir zonas de tensão muscular e proporcionar o relaxamento profundo e, por fim, a emersão do corpo em diferentes texturas, com o objetivo de criar sensações táteis prazerosas bem como o reconhecimento posterior da textura.
Os idosos gostaram bastante desta atividade, uma vez que foi possível despertar boas sensações e pensamentos, tendo possibilitado a abstração de tudo o que se encontrava em redor. Será certamente para repetir!

Os Nossos Passeios

Os momentos de lazer são importantes para as pessoas idosas, no sentido da promoção de bem-estar da pessoa, da interação da pessoa idosa com o meio e a sociedade e consequentemente um aumento da sua qualidade de vida.
Explorar e aproveitar os encantos que existentes nas cidades envolventes ao concelho de ovar torna-se fundamental, permitindo ainda recordar com as pessoas idosas alguns momentos e episódios das suas histórias de vida.

Vamos exercitar os músculos!

As manhãs na Santa Casa da Misericórdia de Ovar começam da melhor forma, proporcionando aos nossos idosos boa-disposição, permitindo assim o bem-estar de cada um.
Iniciamos os nossos dias com atividades de estimulação motora, realizando sempre orientação para a realidade, permitindo assim continuar a trabalhar o fortalecimento muscular das pessoas idosas, a motricidade fina, a amplitude do movimento e o aumento de equilíbrio. Para além disso, são assim estabelecidas rotinas aos nossos idosos, diminuindo sintomas como a ansiedade, a irritabilidade e a desorganização, ajudando na construção de noção de tempo, fazendo com que a pessoa idosa se sinta menos ansiosa e mais segura.
São utilizados variados e diferentes recursos materiais nas atividades de estimulação motora, de forma a diferenciar e captar de forma continua o interesse dos idosos pelas mesmas.

Confeção de Bolos

A promoção de um envelhecimento ativo é fundamental para a preservação da autonomia e independência da pessoa idosa.
As atividades de culinária com pessoas idosas despertam a sua criatividade, têm o poder de apurar os sentidos e aproximam as pessoas. O ato de cozinhar, para além de requerer a pratica de movimentos físicos, estimula o raciocínio e a memória.
As receitas que são confecionadas envolvem a partilha de histórias, trazendo diferentes memórias a cada pessoa.

Arteterapia Sénior

A prática de atividades de expressão plástica permite exercitar a arte como terapia, proporcionando diferentes benefícios. É um processo criativo que ajuda cada pessoa no seu caminho para criar, desafiar, reconstruir e expressar emoções e sentimentos, melhorando a sua comunicação. É também uma ótima ferramenta ao nível da estimulação cognitiva e no trabalho da coordenação motora e da motricidade fina. Tem ainda benefícios na diminuição de stress e pensamentos negativos, contribuindo para o seu bem-estar e qualidade de vida.

Concurso “Os 4 desafios”

Durante o mês de Maio, foram desenvolvidas atividades intrageracionais entre o Centro de Dia e a ERPI, com o intuito de promover competências motoras, cognitivas e sensoriais dos nossos idosos.
Este projeto intitulou-se de “Os 4 desafios”. Durante as 4 semanas de concurso realizaram-se desafios diferentes. O primeiro desafio teve por base a orientação para a realidade, mímica, provérbios e música. O segundo consistiu em atividades relacionadas com a Santa Casa da Misericórdia de Ovar, para obtenção de um maior conhecimento sobre as diferentes respostas que esta oferece. O terceiro desafio baseou-se em exercícios de aquecimento, jogos terapêuticos e exercícios de relaxamento. O quarto e último desafio teve por objetivo a estimulação dos 5 sentidos.
Foram momentos de boa disposição, em que os idosos demonstraram entusiasmo e satisfação pelo contato com outras pessoas.

Noticia 4

O ISMO foi aos Açores

De 9 a 14 de junho um grupo de alunos do Instituto Sénior da Misericórdia de Ovar rumou até este bonito Arquipélago, tendo integrado o grupo alguns alunos da Universidade Sénior de Esmoriz.
Foi escolhido o circuito das Ilhas do Faial, S. Jorge e Pico, sendo esta ilha o local de estadia. O Programa Cultural e de Animação, foi cuidadosamente elaborado pelo Dr. José Manuel Caldeira que, sendo Picoense, tem uma grande ligação afectiva a Ovar.
Com belíssimas paisagens, um tempo maravilhoso e um programa cultural e de animação exemplar, estiveram reunidas todas as condições para todos trazerem as melhores recordações. Cada uma tão próxima das outras, mas tão diferentes entre si.
O Pico – A beleza da montanha que dá nome à ilha, tendo na cúpula o Piquinho. Terra de Baleeiros bem registado nos Museus e que se diferencia pelo negro da pedra vulcânica formando muros de protecção das vinhas, conhecidos por currais.
O Faial – O emblemático Cais da Marina, ponto de chegada e de partida de inúmeros iates, ficando o registo de passagem nas pinturas murais. O ainda deserto negro do Vulcão dos Capelinhos, contrasta com o encanto dos verdes da Caldeira Velha.
S. Jorge – Tal como a silhueta de um enorme dragão a elevar-se de um mar mais azul, surpreende pela beleza das Fajãs, apreciadas nos altos miradouros.
Foi muito o que aprendemos, ouvindo atentamente as explicações dadas pelo Sr. Manuel Martins, o nosso guia.
O intercâmbio com a Universidade Sénior de Madalena do Pico que por curiosidade também é coordenada pela Misericórdia local, ficou guardado para a noite de 13 de junho. Ouvimos com prazer todas as explicações dadas pelo Comendador Manuel Serpa e o grupo presenteou-nos com cantares e danças da Chamarrita. Decorreu ainda uma breve sessão solene iniciada pelo Dr. José Manuel Caldeira com a presença do Provedor José António Amaral, Vice-Presidente da Câmara Municipal Dra. Paula Ferreira, Coordenador da Universidade Sénior Dr. Marco Caetano e o Comendador Manuel Serpa. O nosso grupo agradeceu cantando alguns Hinos de Ovar, dedicando um em especial ao Dr. José Caldeira, por todo o carinho posto na organização desta viagem.
As fotos falam por si, através dos sorrisos, das gargalhadas, do convívio entre todos e das recordações que guardamos!