GINÁSTICA EM FAMÍLIA

O exercício físico e a Família foram a combinação perfeita no sábado passado, dia 7 de abril, para divertir e estimular fisicamente os residentes da Casa de S. Thomé.
“Ginástica em Família”, foi mais uma das atividades que integrou o plano sociocultural do mês de abril na Casa de S. Thomé, desta vez com a estimável presença e participação dos familiares dos nossos residentes. Esta atividade consistiu numa aula de ginástica, adaptada às capacidades motoras dos nossos residentes, com exercícios que promoveram desde o movimento dos membros superiores e inferiores à sua coordenação motora. Nesta iniciativa constamos que não há nada melhor do que usufruir da companhia dos nossos familiares e aliar a este convívio à prática do exercício físico.
O desafio colocado pela Casa S. Thomé a todos os residentes e familiares foi superado e as opiniões finais foram muito animadoras e gratificantes.

O mês de Março no Centro de Dia

O mês de março na resposta social de Centro de Dia caracterizou-se pela diversão da comemoração da Páscoa. No início do mês os nossos idosos tiveram a oportunidade de fazer a decoração de ovos da Páscoa que embelezaram a nossa casa.
Nesta época tão especial não podia faltar as famosas roscas da Páscoa e foi com muito empenho e dedicação que as confecionaram.
Para encerrar o mês da melhor forma, os nossos idosos foram presenteados com um coelhinho surpresa, cheio de amêndoas e ovos de chocolate, para deliciar.
O mês foi dedicado à Páscoa onde não faltou convívio intrageracional, animação e muitos sorrisos!

 

Visita Pascal

No dia 1 de abril, celebrou-se o Domingo de Páscoa, a festividade religiosa que comemora a ressurreição de Jesus e que é considerada a principal celebração do ano litúrgico cristão.
Assim sendo, residentes e colaboradores da Casa de S. Thomé receberam com muita fé e agrado o compasso na Visita Pascal. Como determina a tradição e costume desta época, o Sr. Padre Bastos anunciou a mensagem de ressurreição de cristo e os seus acompanhantes deram a cruz de jesus cristo a beijar.

Dia Nacional dos Centros Históricos

No âmbito das comemorações do Dia Nacional dos Centros Históricos, a Casa de S. Thomé dinamizou no passado dia 29 de março uma apresentação alusiva a esta efeméride.
A iniciativa teve como objetivo chamar a atenção dos residentes para a preservação e valorização do património cultural português. Ao longo desta sessão destacou-se o interesse e consequente diálogo entre os residentes e a animadora. Posteriormente, e para terminar, “viajámos” através de uma tela, até ao Centro Histórico de Angra do Heroísmo com a orientação do Historiador Francisco Maduro Dias que apresentou o centro histórico da cidade com uma visita interpretativa.

Crianças do Pré-Escolar irão participar no BioBlitz Serralves 2018

No dia 16 de abril, as crianças que frequentam a Resposta Social de Pré-Escolar da Santa Casa da Misericórdia de Ovar irão participar na 5ª edição do BioBlitz Serralves 2018 (Escolas).
Este evento tem como objetivo encontrar e identificar o maior número possível de espécies (fauna e flora), presentes no Parque de Serralves.
Ao inscrevermo-nos neste evento tivemos como objetivo proporcionar às crianças a oportunidade de explorar a biodiversidade de uma forma lúdica e participativa através de oficinas científicas e pedagógicas.
Os grupos de Pré-Escolar foram inscritos nas oficinas cientificas e pedagógicas de acordo com o interesse demonstrado pelas crianças.

 

  • As Salas 7, 10 e 11 – Morcegos
    No trilho dos morcegos
    Que morcego quero ser?
    Mãos que voam

 

  • As Salas 8 e 9 – Répteis
    Há répteis em Serralves
    E se eu fosse…rastejante?
    Répteis mexidos!

 

Estamos cientes que as crianças ao terem contacto direto com a natureza terão um dia divertido, enriquecedor e inesquecível.

Matiné dançante

No dia 23 de março os idosos da resposta social de Centro de Dia foram convidados a participar numa matiné dançante no Centro de Dia da Habitovar. Esta foi uma atividade muito apreciada por todos os seniores que tiveram a oportunidade de relembrarem os passos da valsa, do tango e também as “músicas do seu tempo”. Além de tudo isto, os nossos idosos também contactaram e interagiram com idosos de outras instituições, facto este que contribui para o bem-estar e relacionamento interpessoal.
Ao Centro de Dia da Habitovar o nosso agradecimento especial pela tarde de convívio interinstitucional que foi fantástica e pelo lanche que estava delicioso!

Comemoração do Dia da Alimentação Saudável

No dia 22 de março os idosos das respostas sociais de Centro de Dia, Estrutura Residencial para Idosos e Casa de S. Thomé tiveram a oportunidade de assistir a uma palestra sobre alimentação saudável. Esta atividade foi dinamizada pela nutricionista da Câmara Municipal de Ovar, a Dra. Janete Rocha em colaboração com a Animadora e a Terapeuta Ocupacional do Centro de Dia. Esta sessão foi iniciada com uma explicação geral sobre bons hábitos alimentares, com especial ênfase na importância da hidratação e nos malefícios do sal e do açúcar. Após esta explicação os idosos questionaram sobre as suas dúvidas e chegara a hora de colocarem os seus conhecimentos em prática. Deste modo, a Nutricionista perguntou aos idosos de que forma é que eles organizariam o seu prato de acordo com as regras que tinham relembrado. Depois deste desafio, os idosos jogaram o quizz da alimentação saudável onde tiveram a oportunidade de esclarecer alguns mitos. No final da palestra ficou a promessa de os idosos terem uma alimentação mais equilibrada e persistirem numa boa hidratação.
O nosso agradecimento especial à Dra. Janete Rocha por colaborar connosco nesta atividade que foi do agrado de todos os idosos.

A MAGIA DA COR

Os bebés das salas de berçário experienciaram a magia das cores. Para tal, em cima de uma enorme folha de papel (de cenário) foram espalhadas tintas (magenta, azul e amarelo) e sobre a mesma, estendido um enorme plástico transparente que foi fixado ao chão com fita cola.
A magia das cores aconteceu quando os bebés ávidos por descobrirem o que estava no chão, foram misturando as tintas através do mexer com as mãos, do sentar, do gatinhar, do rastejar… quer por sua iniciativa quer com a ajuda dos adultos da sala.
Desta forma, as tintas foram-se misturando e originando outras cores.