História

 

A Santa Casa da Misericórdia de Ovar foi fundada em 29 de Janeiro de 1910 e é uma das mais prestigiadas Instituições do Concelho de Ovar. A ela devem-se algumas das mais importantes obras realizadas no Concelho de Ovar, de cariz Social, Humanitário, Cultural, no âmbito das áreas da Saúde e Educação e ainda ao nível da recuperação e preservação do património imobiliário.

As ações desenvolvidas e a desenvolver por esta Instituição, incidem especialmente sobre as camadas mais carenciadas e desprotegidas da população do Concelho de Ovar, dando particular atenção aos idosos, crianças e jovens.

A origem da fundação da Santa Casa da Misericórdia de Ovar, remonta ao ano de 1901, altura em que terá sido idealizada pelo Dr. Pedro Chaves, e no ano seguinte pelo Dr. António dos Santos Sobreira, com o intuito de lhe ser atribuída a administração do Hospital da Vila de Ovar.

Contudo foi graças ao esforço do Dr. Francisco Zagalo, que em 25 de Setembro de 1908 dirigiu ao povo de Ovar uma circular, na qual convocava toda a população da vila, para uma reunião no teatro Ovarense, a fim de ser discutida a fundação de uma Misericórdia e a construção de um outro Hospital. Assim, em Outubro do mesmo ano, realizou-se a referida reunião, tendo-se constituído as bases que viriam a resultar na sua fundação, que veio a ser concretizada com a Aprovação dos respetivos Estatutos, em 29 de Janeiro de 1910.

A Santa Casa da Misericórdia de Ovar instalou-se no Colégio – Asilo dos Sagrados Corações de Jesus e Maria (Colégio das Doroteias), situado hoje na Rua Dr. Francisco Zagalo, que após a Proclamação da República, foi encerrado, passando o edifício para a posse do Estado, que o cedeu, provisoriamente, à Irmandade da Misericórdia de Ovar a 28 de Janeiro de 1911, passando definitivamente para a sua posse a 20 de Julho de 1917. A 2 de Janeiro de 1911 a Misericórdia de Ovar tomou posse do Hospital camarário, cedido pela Câmara, passando a designar-se por Hospital da Misericórdia, tendo terminado as suas funções em Setembro do mesmo ano, quando o Dr. Afonso Costa mandou entregar à Misericórdia o extinto Colégio das Doroteias, onde passou a funcionar o Hospital da Misericórdia, até 24 de Junho de 1966.

  • A 13 de Agosto de 1922, foi inaugurada a Creche-Asilo-Escola Pedro Ferraz Chaves.
  • A 8 de Junho de 1944 foi inaugurada a Enfermaria para Infeto-contagiosos.
  • A 18 de Abril de 1948 foi inaugurada a Creche Manuel Gomes Neto.
  • A 27 de Abril de 1949 foi inaugurado o Bairro da Misericórdia, composto por vinte e seis casas pequenas, vinte e quatro casas grandes e uma casa de comércio.
  • Em 1955 é reparado o antigo edifício do hospital camarário.
  • A 9 de Maio de 1959 foi inaugurado, na Quinta de S. Thomé, o Dispensário anti-tuberculoso e Enfermaria Manuel Gomes Neto.
  • Em Maio de 1965 começa a funcionar o novo Hospital da Misericórdia, que vem a ser inaugurado, a 24 de Junho de 1966, pelo Presidente da República, Almirante Américo de Deus Rodrigues Tomás.
  • De 1974 a 1977, ocorreram alguns dos fatos mais importantes da Irmandade, nomeadamente a integração da “Casa dos Pobres” na Misericórdia, e a oficialização do Hospital da Irmandade. Dos bens integrados fazia parte o denominado “Bairro do Casal”, composto por vinte e quatro habitações, destinado ao arrendamento social.

Quer o Bairro do Casal quer o da Misericórdia, são constituídos por habitações cujas tipologias e tipo de construção se enquadram nos objetivos que a Misericórdia de Ovar definiu para habitação com um cariz social.

  • Em Abril de 1978, prosseguiu-se com a edificação do Centro de Bem-Estar Social, obra iniciada com o Centro do Dia, continuada em 1979, com as obras de remodelação e ampliação do Lar de Idosos, e em 1981 com a Creche-Jardim de Infância. Esta obra foi inaugurada a 25 de Setembro de 1983. Acrescente-se a aprovação dos novos estatutos da irmandade, a 15 de Junho de 1982.
  • Em 1980, face à nacionalização dos hospitais, foi imposto à Santa Casa da Misericórdia de Ovar a venda dos equipamentos e existências do Hospital, através de um acordo celebrado com o ministro dos assuntos sociais. Atualmente o Hospital Distrital de Ovar funciona nas mesmas instalações, arrendadas pela Santa Casa da Misericórdia de Ovar.

A Santa Casa da Misericórdia de Ovar iniciou em 1984 o A.T.L. (Atividades de Tempos Livres) constituindo-se uma nova valência, para qual obteve Acordo por parte do Centro Regional de Segurança Social. No mesmo ano, o Centro de Dia iniciou atividade.

  • Em 1987, a Misericórdia de Ovar, adquiriu uma viatura, com a qual deu inicio ao Serviço de Apoio Domiciliário, constituindo-se como uma nova valência. Em 1996 foi alargado o âmbito destes serviços, em virtude da sua grande recetividade, tendo no ano de 1998 obtido um novo Acordo junto do Centro Regional de Segurança Social.
  • Em 1993 procedeu-se à inauguração do novo Lar de Idosos, onde a Misericórdia de Ovar vê aumentada significativamente a sua lotação máxima, permitindo dar resposta aos múltiplos pedidos e às crescentes carências a este nível. Em 1996 procedeu-se à criação de um novo espaço destinado ao Centro do Dia, reforçando a capacidade de acolhimento de idosos por parte da Misericórdia.
  • Em 1995 a Santa Casa da Misericórdia, inicia a Creche Familiar, constituindo uma alternativa à Creche tradicional. Nesta, a criança usufrui do ambiente familiar, verificando-se até ao presente uma boa recetividade.
  • Em 1996 procedeu-se à Inauguração do novo espaço destinado ao Centro do Dia, que culminou também com o Alargamento do âmbito dos serviços de Apoio Domiciliário, que em 1998 ficou consumado com o novo acordo junto da CRSS, para os referidos Serviços.
  • Em 1998 a Santa Casa da Misericórdia de Ovar, procedeu à inauguração de um novo espaço (um Centro Comunitário), surgindo como corolário da sua capacidade de iniciativa e assente num novo conceito de intervenção das IPSS no nosso país, consistindo num “Espaço Aberto” à Cultura, Animação e Lazer, direcionado para a comunidade em geral, promovendo a intergeracionalidade.
ADAPTAR PME