UNIDADE NÓS DA MEMÓRIA

O Centro de Dia engloba, também, uma ala especializada de apoio à área da saúde mental – “Nós da Memória”, e tem capacidade para 60 utentes.
Esta unidade presta apoio a pessoas com demência, deficit cognitivo e/ou em risco de autonomia psíquica, promovendo o treino diário de competências e a estimulação multissensorial.
Constitui, também, uma resposta integrada, uma vez que os seus utentes podem usufruir de privilegiado aos serviços da Clínica de S. Thomé, do Serviço de Apoio Domiciliário ou de Internamento temporário no Lar de Idosos.
O QUE É A DEMÊNCIA?
A demência corresponde a uma série de sintomas que acontecem quando ocorre perda de um número anormal de células cerebrais.
As alterações cognitivas mais comuns são:
  • Falta de memória (perder-se num lugar que conhece bem, não recordar informações recentes, não conseguir recordar os passos para a execução de determinada actividade);
  • Não conhecer pessoas ou objectos;
  • Desorientação (não sabe a data ou perder-se na rua);
  • Dificuldades em comunicar.

 

COMO AJUDAR UM FAMILIAR COM DEMÊNCIA?
  • Memória: Encoraje o uso de uma agenda ou diário, onde possa registar o que fez ou tem de fazer ou elabore com o seu familiar um plano de rotinas diárias;
  • Não reconhecer pessoas ou objectos: Certifique-se que não existe nenhum problema de visão. Explique claramente quem é a pessoa ou de que objecto se trata;
  • Desorientação: Adapte o ambiente ao seu familiar, evite que saia de casa sozinho e ao sair certifique-se que não sai sem identificação, contacto e morada nos bolsos;
  • Dificuldades em comunicar:
      Fazer rastreios de eventuais problemas de saúde;
    Fale com o seu familiar num local sossegado;
    Use frases curtas e simples, falando de forma claro e tranquila;
    Escute e procure compreender o seu familiar.

 

 

Ser cuidador de um familiar com demência é uma tarefa muito exigente, pois esta doença afecta não só a vida do doente como também a do prestador de cuidados e da família em geral. É, por isso, fundamental que não se esqueça de si e que cuide do seu bem estar!
O Centro de Dia, a pensar em si, desenvolveu três projectos essenciais à sua jornada como prestador de cuidados, que irão ser apresentados em baixo:

 

1 – Consulta Gerontológica
Para além dos utentes, a Consulta Gerontológica destina-se ainda aos prestadores de cuidados informais (familiares/amigos) que pretendem obter mais conhecimento sobre como “cuidar melhor” e “como se autocuidar, para melhor cuidar do outro”. Poderá assim incluir a avaliação das necessidades do cuidador informal, apoiando-o na prestação de cuidados e na prevenção da sobrecarga (burnout).
Tem como objectivos:
  • Promoção do envelhecimento saudável integrado na comunidade;
  • Manutenção da autonomia da pessoa idosa, proporcionando efeitos positivos na sua autoestima e bem-estar.
    A Consulta Gerontológica ocorre às quartas-feiras, das 14h até às 17h, no Gabinete de Enfermagem do Centro de Dia.

 

2 – Grupos de Ajuda Mútua (GAM)
Os GAM são grupos constituídos pelos prestadores de cuidados informais e tem como ojectivo ajudarem-se mutuamente, partilhando experiências e perceberem como os outros superam situações similares.
Proporcionam aos seus elementos cinco tipo de ajudas:
  • Apoio emocional – Ajuda as pessoas a superarem a sua confusão e o seu isolamento, através do contacto com as pessoas que passaram por situações idênticas e que possuam respostas positivas para o problema;
  • Informação e aconselhamento – Saber como lidar com as suas emoções, receios e preocupações e com as respostas de apoio disponíveis na comunidade;
  • Participação em actividades sociais;
  • Organização de actividades reivindicativas – Com o objectivo de alertar a consciência do público e a comunidade científica, ou reclamar assistência por parte de serviços oficiais;
  • Serviços para colmatar as necessidades.
Duração da sessão: 90 min
Sessões gratuitas
3 – Programa Psicoeducativo
Devido ao aumento da esperança média de vida, cada vez mais pessoas atingem faixas etárias em que o declínio físico e mental, bem como as incapacidades têm uma maior prevalência.
Com isto torna-se uma necessidade entender o papel do prestador de cuidados informais de pessoas idosas, como figura central de apoio à velhice.
O Programa Psicoeducativo compreende a realização de 10 sessões durante 5 meses (duas sessões por mês) e é organizada nas vertentes educativa e de suporte, sendo os seus objectivos:
  • Informar, apoiar e formar os prestadores de cuidados informais sobre aspectos importantes relacionados com quadros de demências (prestação de cuidados, assuntos legais, desenvolvimento da demência);
  • Diminuir a sobrecarga e o impacto emocional dos prestadores de cuidados informais, promovendo a manutenção da sua saúde mental;
  • Elucidar os prestadores de cuidados informais relativamente a formas e estratégias de superar a sobrecarga emocional “burnout” e o stress;
  • Auxiliar o prestador de cuidados informais, contribuindo para o alívio do sofrimento do doente;
  • Aumentar a qualidade da prestador de cuidados informais.
Duração da sessão: 120 min
Sessões gratuitas
ADAPTAR PME